Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

sobre estados de alma e outras insignificâncias... :)


07
Mar13

Ao contrário

por Lazy Cat

do que se diz por aí, Beauty não é apenas uma coisa de dentro. 

 

Não consigo concordar com isto. oh, sim! é maravilhoso ser-se lindo por dentro. Ou deve ser. Não sei porque eu não sou. Acho até que a minha única qualidade é não ser invejosa, sendo que o meu pior defeito será meter-me na minha vida e pronto. Mas meter-me na minha vida apenas porque me estou nas tintas para a vida dos outros. Porque eu quero lá saber se estão, vão ficam, fizeram, foram, viram ou até se existem! Tenho uma vida, apenas. A minha. E na minha vida eu quero pessoas com qualidades e defeitos que não ofusquem as minhas e não evidenciem os meus! E quero à minha volta, apenas, gente bonita! E não vale a pena virem com discursos. Eu não disse gente maravilhosamente bela e oca. Disse gente bonita. 

 

Gente bonita. 

Gente que sabe que a short call is enough to make me smile. Gente que se lembra de telefonar não para saber como estou mas porque se lembrou que um dia comemos ali por onde anda um frango aromático maravilhoso! gente que gosta de chá aos litros e pelo menos outro tanto de conversa(s). E que não tem um relógio no coração! Gente descomplicada! no biterness attached. Podem ser de todos os tamanhos e de todas as cores. Podem falar qualquer língua ou até nem dizer nada, desde que sejam pessoas inteiras, sólidas, frágeis, amorosas, sensíveis, venham em que embalagem vierem. Só há uma condição para ser gente bonita: saber sorrir à vida! 

 

Mas como eu dizia, isto não é só uma coisa de dentro e não me apetece estender-me mais nisto, porque podia, tinha muito por onde mas, o que era importante dizer, para além de que só há espaço para gente sorridente, é que quero gente imperfeita, consciente disso e a trabalhar nisso. Because we all are a work in progress and if we are not our own, then we will be someonelse's work. Would you like that? 


Ao contrário do que se diz, a beleza não vem de dentro. Constrói-se. Por dentro e por fora. E quer se queira quer não, é mais fácil perdoar a quem é bonito por fora o menos bom que leva dentro do que perdoar ao bonito por dentro não o ser também por fora! 


 

 

Life is the strangest story of them all. Procurava eu uma imagem para ilustrar este post quando surgiu esta, que me pareceu completamente adequada. Até porque me faz lembrar um maravilhoso contador de estórias e outros dois sorrisos que me aquecem a alma. E afinal há verdade até nos contos de fadas...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

no thing

No luxury and no comfort, no delight and no pleasure, no new liberty and no new discovery, no praise and no flattery, which we may enjoy on our journey, will mean anything to us if we have forgotten the purpose of our travels, and the end of our labours (Isaiah Berlin)





"If you are lucky enough to find a way of life that you love you have to find the courage to live it."
John Irving