Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

sobre estados de alma e outras insignificâncias... :)


22
Ago13

as rimas

por Lazy Cat

as minhas, pelo menos, estão em pausa. o LazyCat, meu chão e minha casa, durante tanto tempo, aguarda, sossegado, quieto, que a vida me traga de volta o prazer de rimar, poetar, brincar com as palavras. achava eu, como muitas pessoas, creio, que a melancolia era mãe da profusão poética. das duas uma, ou estava enganada ou não ando tão melancólica assim. ou talvez seja a infelicidade que gera poesia e se há coisa que não sou, é infeliz. 

 

talvez este peso, esta aperto, esta coisa que sinto no peito e não me larga tenha a ver com isso: abrir mão do que deixou de fazer sentido não é só aprender a desmaterializar a vida. é também (ou será, sei lá eu) deixar sem culpa ou tristeza para trás tudo o que faz parte de outra realidade. as pessoas, os lugares -sejam eles reais ou não, as letras que faziam palavras, as rimas de cada dia...as obrigações que se fazem agonia...

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

no thing

No luxury and no comfort, no delight and no pleasure, no new liberty and no new discovery, no praise and no flattery, which we may enjoy on our journey, will mean anything to us if we have forgotten the purpose of our travels, and the end of our labours (Isaiah Berlin)





"If you are lucky enough to find a way of life that you love you have to find the courage to live it."
John Irving