Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

sobre estados de alma e outras insignificâncias... :)


12
Jul13

mudar

por Lazy Cat

mudar de vida. mudar de ares. mudar. 

há coisas que mudo com frequencia e gosto, há outras que detesto ter que mudar e se pudesse mantinha para sempre. por exemplo: tenho a mesma carteira há quase 20 anos. Já toda a gente me ofereceu outra carteira e eu, por delicadeza, até as uso por algum tempo. mas depois volto à minha. é minha, é como eu, tem espaço para tudo o que me faz falta e foi a carteira que sempre quis ter "quando fosse grande". o mais curioso é que toda a gente adora a minha carteira e está sempre "de moda". 

outra coisa que não gosto muito de mudar, são templates dos meus blogs. geralmente escolho coisas muito simples, que torno ainda mais minimalistas e se alguma coisa mudar serão, eventualmente os cabeçalhos. gosto de estruturas claras, leituráveis, se é que esta palavra de facto existe. o lazy cat, no sapo, nasceu preto. já foi branco. e já foi preto. já teve alguns apontamentos de cor na lateral. e já foi preto. e já foi branco e, até hoje, só fazia realmente sentido que fosse preto. talvez seja pelo conteúdo. tem tanto de mim que ler-me assim, preto no branco é por vezes como abrir os olhos e ter o sol de frente...e vai-se mantendo nos pretos, vão-se colorindo cabeçalhos e o resto fica....será para que não se vejam as lágrimas? será pedantismo? será o que será! mas hoje o lazy cat mudou. porque senti que tinha chegado a hora e porque, ao procurar um novo template, dei de caras com "a minha cara": a clean summery template with a cat, on a roof. e portanto...mudei! e mudei com muito gosto! 

 

por isso, para além de tudo isto tenho hoje a dizer que: Life is damn good, you see?! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

no thing

No luxury and no comfort, no delight and no pleasure, no new liberty and no new discovery, no praise and no flattery, which we may enjoy on our journey, will mean anything to us if we have forgotten the purpose of our travels, and the end of our labours (Isaiah Berlin)





"If you are lucky enough to find a way of life that you love you have to find the courage to live it."
John Irving