Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

sobre estados de alma e outras insignificâncias... :)


12
Ago13

m(a)te(ma)tica(ndo)

por Lazy Cat

se fosse fácil, sujeito a regras bem definidas, seria puramente racional e logicamente exacto. se fosse certo, repetitivo e imutável, seria aborrecido e chato. se for diferente e mutável, não se enquadra nas leis rigorosas da matemática. se for chato, aborrecido e tiver sempre o mesmo resultado, não se enquadra na Lei do Amor. haja cabeça e coração para fazer esta ponte entre o amor e o desejo, a vida regrada e as certezas. dê a vida as voltas que der, sejam elas regradas e certinhas ou não, tenho uma certeza: amo-te de alma e coração. será que na vida vale mais uma longa caminhada pelos trilhos do que a incerteza de abrir caminho mão na mão?

 

ILY

 

 

a imagem é daqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

12
Ago13

processos

por Lazy Cat

todos nós temos os nossos processos de amadurecimento de assuntos e tomadas de decisão. o meu passa por trazer tudo para cima da mesa. tudo aquilo que já senti, tudo aquilo que sinto, todas as informações que tenho sobre o assunto, todos os sentimentos que tenho em relação ao assunto. depois, tento separar factos, sentimentos e ressentimentos. depois, tento dividi-los entre positivos e negativos. e depois pesar, categoria a categoria, cada uma destas coisas. este não é de todo um processo fácil ou rápido, mas é o meu. não é um processo infalível, mas é o meu processo, aquele através do qual consigo chegar a conclusões. para isso, preciso voltar a colocar-me nas situações, senti-las como se as estivesse a viver agora, reagir-lhes e depois, conscientemente, mudar de perspectiva, saindo da mágoa e do desconforto pessoal e analisar as coisas à luz do amor que sinto pelo outro. não será perfeito. mas é o meu processo. não será imediato, terei que andar muito para trás e muito para a frente e rever muitas atitudes, pensamentos e sentimentos. mas este é o meu processo. e, porque esta é a minha vida, tem que demorar o tempo que for preciso. e tem que ser útil no final das contas. estou a fazer com tudo isto como fiz em relação à casa. limpar a fundo, ponderar muito bem o que é e não é tralha, o que vai ou não fazer parte, o que tem lugar e o que definitivamente já não cabe. e não, não estou a falar de pessoas. estou a falar de mim. de posicionamentos e atitudes, daquilo com que estou disposta a (con)viver e daquilo que já não quero viver nem sentir. situações que me constragem ou magoam, sentimentos negativos, sejam eles infundados ou não. não tem nada a ver com o que sinto. apenas com olhar para a realidade e decidir se quero ou não conviver com ela. ou melhor, se sou capaz de conviver com a realidade actual sem me magoar profundamente. não tem nada a ver com o Amor que sinto. nunca esteve em causa o sentimento ou a pessoa. são as circunstâncias...e eu sei que elas mudam. oh se sei! 

 

seja como for, este é um processo longo. que se quer definitivo. largar de vez o que não interessa é altamente doloroso. parece assim como se houvesse uma corda passada pelo meu peito, que me puxasse e apertasse tentando arrastar-me de volta de cada vez que tento afastar-me. tenho andado a pensar que talvez não se trate de um dos dois vencer, eu ou quem segura a corda, mas sim de alguém simplesmente desistir...de querer fugir...ou de puxar a corda...

 

quem sabe? 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

09
Ago13

some-times

por Lazy Cat

 

“Sometimes what you’re most afraid of doing is the very thing that will set you free”



Autoria e outros dados (tags, etc)

06
Ago13

virtualmente sua...

por Lazy Cat

"o virtual é um monstro que cria a sensação de que o que não é real o é. só que toma tanto tempo real que não sobra tempo para...a realidade!" JGB

 

mesmo fora de contexto, esta frase faz sentido. 

 

 

sim, a virtualidade é monstruosa! é um monstro que engole pessoas e destrói relacionamentos e famílias. mas, a virtualidade é também uma porta para tanta coisa boa! soubessem as pessoas ser comedidas no uso do virtual como são por exemplo no uso do alcool, do tabaco e muitos outros vícios potenciais...sim, a virtualidade é complicada a vários níveis e sim, com certeza que sim, " a virtualidade" já destruiu algo na minha vida. mas atenção, reparem nas "". não foi a existência de um mundo virtual e sim aquilo que algumas pessoas fizeram e fazem para não deixarem de lhe estar ligadas que me atingiram e magoaram. nada em si é só mau. nada em si é só bom. todas as potencialidades existem e é do nosso discernimento que "nasce" a qualidade da coisa. nem mais, nem menos. seja na realidade ou na virtualidade, as coisas têm o peso que lhe atribuirmos. 

 

posto isto, vou ali dar uma voltinha pelos meus outros blogs que andam muito abandonados e, depois, tomar café com umas amigas! 

 

have a very nice real life, today! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

01
Ago13

honestidade

por Lazy Cat

oh! nesta idade! 

 

e em todas. sempre e acima de tudo, para comigo e para com os outros. excluo aqui a chamada "mentira piedosa" para que não tenho jeito e vou já avisando que a frontalidade e a honestidade não são maldade, atenção! 

 

aprendi que ser honesta e serem honestos comigo, por vezes, dói. aprendi também que prefiro essa dor, enorme, aguda, atroz e completa a uma dor que se prolonga, batendo todos os recordes de incerteza! nada de meias-verdades, finito as meias palavras, o não dizer logo as coisas, o deixar um mal-entendido arrastar-se até se tornar um monstro que me engole. que nos engole, sem pestanejar, se é de relacionamentos que se trata. 

por isso sim, sempre, honestidade. tudo pode ser dito, há lugar, tempo e espaço para todas as conversas. mas não para jogos, para o toca-e-foge, para as mentiras incompletas ou as quase-verdades. hoje é dia 1 de Agosto. o dia um é um excelente dia para começar com o pé direito. quer seja um regresso ao trabalho, uma relação, uma conquista, uma viragem. Good day to you all! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

01
Ago13

A gosto

por Lazy Cat

oh sim! A-gosto em Agosto. É cliché? É! 

who cares? 

 

Este não sendo o meu mês preferido, é um bom mês! Que mais não seja para organizar todos os seguintes até ao Natal. E sim, sim, eu começo a preparar o Natal em Agosto! lolololol! E é também por isso que gosto tanto deste mês! 

Feliz Mês de Agosto!!!! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 3/3



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

no thing

No luxury and no comfort, no delight and no pleasure, no new liberty and no new discovery, no praise and no flattery, which we may enjoy on our journey, will mean anything to us if we have forgotten the purpose of our travels, and the end of our labours (Isaiah Berlin)





"If you are lucky enough to find a way of life that you love you have to find the courage to live it."
John Irving