Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


será loucura?

30.03.16

os dias passam lentos e ainda assim são curtos...nunca pensei que aqui houvesse "falta de tempo". mas as distâncias são grandes e apesar de ter o privilégio de ver nascer o sol quase todos os dias, passo a ponte sem tempo para parar e ficar ali, a ver o rio espreguiçar-se sob aquela carícia matinal, brilhante, imenso, a entrar dengosamente p'lo manto branco e dourado do mar...e eu a correr para o escritório quando só me apetecia ficar ali, até me doerem os olhos de tanto brilho!

hoje (e tantos outros dias) queria estar a fazer outras coisas, a avançar com projetos que nada têm que ver com o meu trabalho, estar mais perto de casa, não gastar todos os dias 1 hora a ir e vir. só a ir e vir, conduzir e mais nada. talvez tenha o filtro avariado e não consiga apreciar o facto de ver, por breves instantes este espetáculo grandioso todos os dias, talvez devesse valorizar mais o facto de ter emprego quando tanta gente não tem, talvez pudesse acordar mais cedo e parar na ponte, talvez pudesse arranjar emprego mais perto de casa, de que gostasse mais, talvez, talvez, talvez...

 

sim, talvez. talvez eu seja ingrata, insensível e louca. mas só me apetece ter tempo para acordar devagar, acordar para trabalhar naquilo de que gosto, ter tempo para o T., deitar-me ao sol com as gatas, ler, escrever, beber chá a ver nascer o sol e cerveja (vá, meia cerveja) a ver o pôr-do-sol...e rir, muito. e adormecer feliz. 

 

querer viver assim? deve ser loucura, sim...

 

suncat.jpg

 In madness, I thought I was the most important person in the world. John Forbes Nash, Jr.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)



sobre estados de alma e outras insignificâncias... :)

"If you are lucky enough to find a way of life that you love you have to find the courage to live it."
John Irving



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Curiosity killed the cat...

foto do autor


no thing

No luxury and no comfort, no delight and no pleasure, no new liberty and no new discovery, no praise and no flattery, which we may enjoy on our journey, will mean anything to us if we have forgotten the purpose of our travels, and the end of our labours (Isaiah Berlin)

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Gatos cuscos



Visitas