Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Objectivos de vida

11.03.16

nada menos, pois então! 

Isto daria posts para mangas mas vamos ficar pelo seguinte: quanto mais trabalho para outros, mais penso no que eu faria de maneira diferente. Quanto mais trabalho para outros, mais percebo que gosto de trabalhar de maneira independente: não sou boa a dar conta daquilo que ando a fazer e percebo que o meu patrão às vezes não sabe mesmo o que faço ao longo dos dias...estou a tentar fazer um relatório que lhe dê uma noção...not good at this....

Quanto mais percebo estas coisas mais penso naquilo com que sempre sonhei na vida: um espaço meu, de certa maneira boémio, de maneira alguma aberto a todos mas ao mesmo tempo, um canal: um canal para arte, para tradição, um espaço agradável, onde se pode apenas ir com reserva...e quanto mais penso nisto mais penso que não tenho base para arrancar...ao mesmo tempo que sei que o motor deste barco sou eu e que tenho muita energia para dar, continuo a precisar de um rendimento fixo para fazer face a despesas fixas... a arte de realizar sonhos tem bastante que se lhe diga e, a bem da verdade, não conheço ninguém que precise de trabalhar para comer que se atire de cabeça ao sonho...embora alguns digam que sim, quando olhamos bem para as coisas...

 

Mas o sonho continua cá, a idea base já sofreu uma outra pintura de cara, mas o essencial mantém-se. e um dia destes, acredito, vai materializar-se...and that's why some call it magik....

 

Magic.jpg

 

Os sonhos devem ser ditos para começar a se realizarem. E como todo projeto, precisam de uma estratégia para serem alcançados. O adiamento destes sonhos desaparecerá com o primeiro movimento.
Paulo Coelho

Autoria e outros dados (tags, etc)



sobre estados de alma e outras insignificâncias... :)

"If you are lucky enough to find a way of life that you love you have to find the courage to live it."
John Irving



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Curiosity killed the cat...

foto do autor


no thing

No luxury and no comfort, no delight and no pleasure, no new liberty and no new discovery, no praise and no flattery, which we may enjoy on our journey, will mean anything to us if we have forgotten the purpose of our travels, and the end of our labours (Isaiah Berlin)

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Gatos cuscos



Visitas