Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


a promise

05.04.16

esta imagem, que desfilou à minha frente por vários quilómetros, fez-me lembrar várias coisas: primeiro, a forma como me sentia ontem, cinzenta e pesada por dentro e cheia de sorrisos (noblesse oblige) por fora. Tudo o contrário deste céu matinal.

Depois, um apontamento que alguém fez sobre as nuvens e como elas estão sempre a mudar de lugar, o que me levou a pensar que talvez este céu cinzento não dure o dia todo....e depois, uma luz ao fundo do túnel e, finalmente isto: uma promessa! Aquele raio de luz que foge por entre o veludo cinza das nuvens e ilumina o fim da estrada é uma promessa! Promessa de um dia melhor, de mais luz, mais calor, promessa do que cada um de nós quiser, mas uma promessa! É aquilo que tantas vezes ansiamos por ver, por ter: uma aberta!

A promessa de algo melhor no fim do caminho...e esta música de que não me lembrava há "tréculos", saiu do esquecimento e dança agora vagarosamente na minha cabeça... 

the promise             é uma pena que as lentes digitais não vejam como os nossos olhos! 
 
The Promise - Tracy Chapman ou como alguém disse, o hino dos nómadas do Amor. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

De Chic'Ana a 06.04.2016 às 10:05

Gostei imenso de ver este post, fez-me recordar muitas viagens! =)
Beijinhos

De Lazy Cat a 07.04.2016 às 08:39

Beijinhos back!

De PRD a 06.04.2016 às 19:37

O chamado post perfeito: o texto, a imagem, e a cereja no topo do bolo, a canção...
Sim, a promessa.

De Lazy Cat a 07.04.2016 às 08:42


Se bem que a foto esteja algo imperfeita (falta inventar um stick qualquer para se tirarem fotos bem enquadradas enquanto se conduz), aceito o elogio ao post a sorrir.
Que bela maneira de começar o dia!

Comentar post



sobre estados de alma e outras insignificâncias... :)

"If you are lucky enough to find a way of life that you love you have to find the courage to live it."
John Irving



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Curiosity killed the cat...

foto do autor


no thing

No luxury and no comfort, no delight and no pleasure, no new liberty and no new discovery, no praise and no flattery, which we may enjoy on our journey, will mean anything to us if we have forgotten the purpose of our travels, and the end of our labours (Isaiah Berlin)

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Gatos cuscos



Visitas