Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


um atraso de pelo menos 20 anos!

05.11.13

nem calculam o que isto me dói/irrita! 

 

quando vejo miúdos de 20 anos fazer/dizer/viver coisas que eu aos 40 estou (41, perdão) apenas a começar a decifrar, fico triste. triste, irritada, sinto-me impotente! queria mudar o passado e sei que não posso.  que ninguém pode! por mais que faça, vou ter demorado sempre mais vinte anos do que esta gente a descobrir coisas tão simples e desejo muito ser capaz de passar ao meu filho, como suponho que os pais lhes tenham passado a eles, algo mais/melhor do que o que me passaram a mim. não culpo, apenas desejo fazer melhor. 

 

como raios cheguei eu até aos 40 anos sem ter percebido que a cada escolha, independentemente da escolha, fechamos a porta a outras escolhas, que quem ama cuida e cuida sempre, aconteça o que acontecer, que a vida deve ser movida pela paixão todos os dias e não apenas ( e não sobretudo) por aquilo que acham(os) que está certo! que nos fazem crer que é o acertado, o melhor a fazer, que a única pessoa nesta vida a quem devemos querer agradar é a nós-próprios e que, se cá dentro, naquele lugar pequeno e potente (é como o n0vo Skip...) há algo que reage quando somos confrontados com determinadas situações, escolhas, etc, é esse palpite, hunch, feeling ou sexto-sentido, chamem-lhe o que quiserem que devemos dar ouvidos, fechando-nos aos assaltos dos gritos dos outros e do querermos fazer bem, como os outros e do querer ser/ter, como os outros. 

 

eu não sou senão eu-mesma e é apenas comigo que me deito e levanto e a mim, apenas, que devo devoção e respeito. ...quem diria?! eu afinal até sabia bem disto aos vinte anos...antes de, como dizem e muito bem, me disciplinar(em)... espero e desejo que estes a quem me refiro, não se esqueçam...seja qual for o caminho e por mais que o armadilhem. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



sobre estados de alma e outras insignificâncias... :)

"If you are lucky enough to find a way of life that you love you have to find the courage to live it."
John Irving



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Curiosity killed the cat...

foto do autor


no thing

No luxury and no comfort, no delight and no pleasure, no new liberty and no new discovery, no praise and no flattery, which we may enjoy on our journey, will mean anything to us if we have forgotten the purpose of our travels, and the end of our labours (Isaiah Berlin)

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D


Gatos cuscos



Visitas